Banner2

Banner1

Operação contra roubo de veículos prende 28 pessoas


53 mandados de busca foram cumpridos; 40 são de prisão temporária. Quadrilha agia principalmente em Porto Alegre e Viamão, no RS.


Após o cumprimento de 53 mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (11) em 11 cidades do Rio Grande do Sul e uma de Santa Catarina, a Polícia Civil gaúcha informou que 28 pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha de roubos de carros foram presas. Elas tinham prisão temporária decretada.

Do total, 27 foram localizadas no RS e uma em SC. Conforme o delegado Arthur Raldi, que comandou a ação com o delegado Juliano Ferreira, o grupo agia com mais frequência em Porto Alegre e Viamão.

"A atividade de furtos e roubos é só o pontapé inicial, tem a questão de desmanchar carros, comercialização de peças, a movimentação no mercado de receptação, a clonagem de veículos", comentou o delegado ao G1.

No interior do Rio Grande do Sul, segundo Raldi, alguns mandados seguem sendo cumpridos. Além de Porto Alegre, buscas ocorreram em Lajeado, Sapucaia do Sul, Alvorada, Cachoeirinha, Viamão, Guaíba, Eldorado do Sul, Tramandaí e Entre-Ijuís. Em Santa Catarina o alvo era um suspeito em Indaial. Ele seria encaminhado a Porto Alegre para depoimento.

"Os carros eram roubados em Porto Alegre e na Região Metropolitana e enviados para Santa Catarina, além do Paraná. Mas no Paraná não havia mandados a serem cumpridos", explicou o delegado. Segundo ele, 65 integrantes do grupo criminoso foram identificados, mas foram conseguidas provas necessárias de 40 até o momento. "De repente as oitivas desses presos hoje nos leve a outros. Nas próximas horas podem ocorrer mais prisões".

Com os detidos a polícia apreendeu pelo menos cinco carros em ocorrência de furto ou roubo, armas, munições, drogas, balança de precisão e peças de carro. Ainda segundo a investigação policial, um detento da Penitenciária Estadual do Jacuí, no RS, comandava as ações. "Ele seria o líder, a partir dele as ordens seriam dadas a presos do semiaberto, que teriam maior facilidade de angariar criminosos", completou.

Data: 11.04.2013 - Fonte: G1


Nenhum comentário:
Write comentários