Banner2

Banner1

Couro nos bancos

 Confira dicas para quem quer colocar o revestimento no carro 



 1) Como é feito: corte preciso
 Os bancos de couro são digitalizados e o corte é automatizado e eletrônico, eliminando imperfeições na hora    do corte. A costura é feita por pessoal treinado, que usa máquinas eletrônicas para garantir a qualidade do          procedimento.
2) Instalação: quando não é original de fábrica
O banco de couro ganha cada vez mais espaço no mercado de acessórios. Se ele não é original de fábrica, o preço cobrado e os tipos de couro dificultam a escolha. O revestimento custa, em média, de R$ 1.000 a R$ 1.200. Procure locais que trabalhem com couro 100% natural, maquinário de ponta e que ofereçam dois anos de garantia. Não se esqueça dos procedimentos corretos de manutenção para aumentar a durabilidade (abaixo). Bem cuidados, eles podem durar mais de 10 anos.




3) Manutenção: não use produtos abrasivos
Não utilize produtos que contenham mais de 5% de álcool, além de vaselina, silicone, removedor ou gasolina para a limpeza do couro. Para tirar a poeira, use pano seco e macio semanalmente. Os assentos de cores claras podem precisar de uma limpeza mais profunda, pois deixam a sujeira à mostra. Uma dica barata e eficiente é passar um pano umedecido com água e sabão líquido neutro. Depois, retire o excesso com pano seco. Chicletes podem ser removidos com gelo.
4) Precauções: cuidado com o sol
O maior vilão do couro é o sol. Altas temperaturas e a incidência direta de raios solares aceleram o envelhecimento. A película escura nos vidros ajuda a reduzir a ação nociva do sol no interior do veículo.

Fonte: Terra.com.br

Nenhum comentário:
Write comentários