Banner2

Banner1

Corretor de seguros deve priorizar o pós-venda !



corretor clienteConquistar e fidelizar o cliente vai além da assinatura da apólice. O trabalho do corretor de seguro não se resume em fazer com que o cliente encontre o melhor seguro para sua condição, mas vai além disso. É preciso que ele se dedique em atendê-lo depois, quando surgirem as dificuldades e dúvidas.
É isso que Robert Bittar, presidente da Escola Nacional de Seguros e Presidente da Federação Nacional dos Corretores de Seguros, explica ao falar da importância da atuação do profissional. “A responsabilidade do corretor não se encerra com a venda, mas se inicia com ela venda. É ele que deve acompanhar a satisfação do cliente por toda a vigência do contrato, dando orientação em caso de sinistro, de inserção de novas coberturas ou modificações que podem acontecer. O contrato constante com o cliente é a única maneira de fidelizar esse cliente para a próxima renovação.”
Esse acompanhamento deve ser etapa por etapa do sinistro ou até mesmo oferecendo outros seguros que atendam novas necessidades do cliente. “O corretor deve verificar o caso junto à seguradora, junto ao site, verificar a vistoria, ou seja, assessorar o cliente em todas essas etapas. É claro que todo o sinistro tem suas características, se envolve terceiro, responsabilidade civil, cada circunstância de acidente merece análise do corretor de seguros para dar a devida orientação do seu cliente.”
Desta forma próxima e atenciosa que o corretor garante fidelização do cliente. “O bom atendimento abona a fidelidade do cliente e assim a renovação do contato. Ele até busca o preço mais acessível, mas não prioriza isso, mas se importa mesmo com a excelência no atendimento. Porém, se ele não tem isso, terá como parâmetro somente o preço, então o corretor corre o risco de perder o cliente”, esclarece Bittar.
É por isso que Angélica Carlini, advogada e presidente da Associação Internacional de Direito de Seguros (AINDA), afirma que o papel do corretor é muito importante para manter seus cliente. “O papel do corretor é 110% fundamental, tanto na venda com a explicação do serviço contratado, como principalmente na dificuldade que pode acontecer no longo da contratação”, finaliza.

16/06/2014 / Fonte: CQCS | Tany Souza


Nenhum comentário:
Write comentários